saiba tudo sobre o kombucha, a bebida sensação do momento.

kombucha, a bebida que a cada dia ganha mais adeptos
O Kombucha é uma bebida probiótica, produzida a partir da fermentação de chá (preto ou verde), açúcar cristal orgânico e a cultura de leveduras e bactérias, cujo resultado final é uma bebida naturalmente frisante, saborosa e muito refrescante, que promove a saúde intestinal, e fortalece o sistema imunológico.

Originada na China Antiga, há cerca de 2 mil anos atrás, o kombucha sempre foi conhecido como um medicamento natural, de ação anti-inflamatória, cujo principal objetivo era tratar doenças. A partir das décadas de 1960 e 1970 a bebida conquistou o mundo depois de agradar o paladar dos hippies e naturalistas, que foram os responsáveis em difundir o uso do chá fermentado por todos os lugares. Nos últimos dois anos, o mercado de kombucha vem crescendo em velocidade meteórica, o que é muito bom para a saúde da população.

kombucha: como fazer?
O Kombucha é feito a partir da infusão do chá preto ou verde orgânico, adoçado com açúcar cristal ou demerara, também orgânico. Depois do chá adoçado e frio, é adicionado a colônia de leveduras e bactérias, chamada de Kombucha mãe ou SCOBY (Symbiotic Culture Of Bacteria and Yeast) e uma quantidade (cerca de 10% do volume total do chá adoçado) de kombucha pronta, que é o chá já fermentado.

Após estas etapas o Kombucha passará pela primeira fermentação que pode variar entre 7 e 21 dias. Após este processo, o chá fermentado será saborizado e envasado para a segunda fermentação, que dura de 2 a 5 dias. Depois da segunda fermentação a Kombucha deve ser refrigerada (para bloquear o processo de fermentação e evitar que o recipiente se rompa) e já poderá ser consumido.

quais os benefícios do kombucha?
Na China Antiga ele era consumido como uma “espécie de remédio”, portanto, a lista de benefícios é enorme.

No processo de fermentação a cultura se alimenta do açúcar, em troca, ela produz uma série de substâncias valiosas para se formar a bebida. Dentre elas destacamos ácido glucurônico, ácido acético, ácido láctico, ácido glucônico, glucosaminas, vitaminas, enzimas, aminoácidos e algumas substâncias antibióticas. Os benefícios trazidos por estas substâncias são:

Desintoxicante: por se liga as toxinas eliminando-as pela urina;
Antimicrobiano;
Auxilia no processo do emagrecimento porque regular o apetite;
Combate a bactéria H. pylori, umas das grandes causas de gastrite;
Preveni infecções e regula o transito intestinal, por combater bactérias e fungos causadores de doenças intestinais;
Combate o envelhecimento precoce por ser rico em antioxidantes;
Auxilia no processo da digestão pela presença de enzimas.
Lembrando que o kombucha não é um remédio, assim, para obter os benefícios importante associar o consumo à hábitos de vida saudáveis e equilibrados.

aprendendo a fazer o seu kombucha
Para iniciar a produção do Kombucha, é preciso ter a colônia de leveduras e bactérias, e uma quantidade inicial do chá já fermentado. O processo consiste em duas etapas de fermentação para então o seu Kombucha estar pronto para ser consumido.

mas antes de te explicar como produzir seu kombucha, vamos dar nomes aos principais ingredientes
A colônia de leveduras e bactérias SCOBY, nada mais é que o aglomerado destes microrganismos em uma massa de celulose, parecida com uma panqueca, e que é a responsável por fazer a primeira fermentação no processo de produção. Esta comunidade tem diversos nomes e é chamada também de Kombucha mãe. O SCOBY deve ser mantido em uma quantidade de chá já fermentado, chamado de starter, em local fresco e escuro até ser utilizado na produção do Kombucha.

Leia também: Kombucha emagrece

Geralmente, o SCOBY e o starter são doados por alguém que já produz Kombucha, pois, a cada fermentação, a colônia se multiplica e dá origem a uma nova Kombucha mãe. Mas existem locais que vedem o SCOBY com o chá já fermentado para você iniciar a sua produção.

Leia também: Phytophen funciona

vamos aos ingredientes do kombucha
Para produzir seu Kombucha você vai precisar de:

5g chá verde ou preto orgânico;
1 litro de água;
1 SCOBY;
100 ml do starter;
50g açúcar cristal ou demerara orgânico;
Um vidro grande que comporte 2 ou 3L;
Barbante;
Voal (tecido) ou perfex para tampar;
1 garrafa pet de pelo menos 1 litro.
fazendo o chá para a primeira fermentação
Primeiramente você vai fazer o chá na proporção de 5g de erva para 1L de água fervente e vai deixar em infusão por no mínimo 5 minutos;

No vidro grande você vai colocar o açúcar na proporção de 50g para cada litro de chá já coado e vai mexer até o açúcar ficam todo diluído;

Depois que o chá adoçado estiver frio, adicione o SCOBY e o starter, feche a boca do vidro com o voal e prenda o tecido no vidro com o barbante;

Leia também: Kifina

Pronto! Agora o seu Kombucha está pronto para a primeira fermentação. Ele deverá ser armazenado por um período de 7 a 21 dias, em um local limpo, escuro e longe de qualquer risco de contaminação. Quanto mais tempo ficar nessa primeira fermentação, menos doce será o resultado final. É importante cuidar para que seu Kombucha não vire vinagre, portanto, experimente e avalie seu sabor após o sétimo dia.

depois desta etapa ele está pronto para iniciar o processo da segunda fermentação
Antes de saborizar seu Kombucha, é importante separar de 200 a 300ml do chá fermentado para cada SCOBY (cada processo de fermentação gera um novo SCOBY), e reservar para a sua próxima produção ou para você doar.

O chá fermentado restante deverá ser coado e em seguida poderá ser saborizado, caso seja de seu interesse. Para saborizar você poderá utilizar suco natural ou integral orgânico ou outros tipos de chá. Será necessário 10% do volume total do chá fermentado, ou seja, se você tiver 2L de chá fermentado irá acrescentar 200ml de suco ou chá para saborizar seu Kombucha.

hora da segunda fermentação
Agora é só envasar e aguardar a segunda fermentação, que durar de 2 a 5 dias, e refrigerar para ser consumido. Para envasar você pode reaproveitar garrafas pet de água. Lembre-se de fechar bem a garrafa para não haver escape de gás. Será nessa segunda fermentação que seu Kombucha irá gaseificar de forma natural.

Para saber se ele já fermentou o suficiente, pressione levemente a garrafa, quando ela estiver bem rígida indica que já está com gás suficiente e pode ser refrigerado.

Pronto! Agora curta o momento, deguste seu Kombucha e aproveite de todos os seus benefícios!

como tomar o kombucha?
Não existe uma regra na forma de consumir o Kombucha. Algumas pessoas se sentem bem ao consumir a bebida ainda em jejum, outras preferem tomar após o almoço, e há quem goste de beber antes de dormir. Mas se você sofre de insônia, ou é hipersensível aos efeitos da cafeína, prefira consumir até o início da tarde, pois os chás verde e preto são ricos em cafeína e podem interferir na qualidade do seu sono.

Comece ingerindo uma pequena quantidade, avalie os efeitos no seu corpo e aumente o volume gradativamente. Você será seu termômetro. Lembre-se que tudo em excesso é prejudicial, portanto, consuma com moderação.

Avalie como ficará o funcionamento do seu intestino. No começo o Kombucha pode causar desconforto abdominal e aumentar a frequência nas evacuações. Mas não se assuste, este efeito é normal, pois o Kombucha irá restaurar a sua microbiota intestinal, eliminando as bactérias patogênicas.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *